Rita Nunes Pacheco

Sou mulher, mãe e tudo o mais que a vida me vai proporcionando ser a cada momento. Desde sempre que senti o fascínio pelo movimento, sendo iniciada na dança aos 5 anos. A vida guiou-me por muitos caminhos. Hoje, agora, sinto que o meu propósito passa pelo trabalho com o feminino, com todas as suas fases e faces. Em 2009 tive o parto hospitalar da minha filha, muito instrumentalizado e nada humanizado, que me colocou no meu caminho. Foi nessa altura que tirei a formação de doula. O meu segundo parto em 2014 foi um maravilhoso parto domiciliar.

Sou mulher fazedora, não consigo ficar de braços cruzados à espera que alguém faça por mim, e por isso quero participar mais activamente de um projecto que casa tão bem com o meu propósito de vida, que defende a liberdade e o respeito na maternidade.