Maria Pereira

Colheita de ’79, lisboeta. Filha, mulher e mãe de 3 princesas. A primeira nascida num parto domiciliar fantástico e as outras duas numa cesariana humanizada. Pelo meio, duas perdas gestacionais. Doutorada em Ciências da Conservação, e por agora, Mãe a tempo inteiro. No preâmbulo do meu percurso de maternidade, abri a caixa de Pandora que foi desmistificando tudo o que eu pensava que sabia sobre a gravidez, o nascimento e a primeira infância. Para além disso, entretanto também me interessei em aprofundar mais sobre a perda gestacional e sobre o apoio emocional à mulher que passa por ele. A metamorfose foi tão profunda que me dediquei de corpo e Alma a pesquisar sobre o tema e a partilhar informação. Foi com grato prazer que aceitei o convite de fazer parte desta Associação e contribuir para criar condições para um cenário mais respeitador para as mulheres portuguesas no contexto da maternidade.