Chiara Baldin

Licenciei-me na área da didática de línguas e culturas estrangeiras com o objetivo profissional de guiar as pessoas para uma interação e integração humana e social. Nasci e cresci em Itália mas vivo há 13 anos fora do meu país de origem, pois os estudos, a profissão e uma boa dose de curiosidade levaram-me a conhecer diferentes nações e continentes.

Faço o meu melhor para ser uma ativista dos direitos humanos, principalmente defendo a igualdade de género e os direitos das mulheres e LGBTI, como também luto contra qualquer forma de violência.

Preocupa-me muito a forma como a sociedade tem esquecido as formas fisiológicas e mais naturais do início da vida humana e como hoje em dia o parto é uma fase tão medicalizada e tão passiva na vida de uma mulher, essência poderosa que dá a Vida.

Mãe de um menino, sinto que a gravidez, o parto e a maternidade têm transformado completamente a minha perspetiva de vida, pelo que decidi dedicar-me à defesa dos direitos das mulheres e das grávidas, querendo apoiar, proteger e empoderar quem precisa.