Campanhas e Eventos

Humanos – onde começa a nossa natureza

Dia 28 de Outubro, estaremos na Casa das Histórias Paula Rego, participando na conferência ‘Humanos – onde começa a nossa natureza‘. Sara do Vale vai falar sobre ‘O parto: bem-vindo, bebé!’.  

Nascimento e Outros Debates: Género, Parentalidade e Criação

No dia 27 de Outubro, a APDMGP participa na conferência Nascimento e Outros Debates: Género, Parentalidade e Criação, promovida pelo CIES – IUL. Inês Anjo participará na mesa redonda ‘Entre a individualidade e a norma: vozes plurais no nascimento, parentalidade e criação’, moderada por Dulce Morgado Neves.

Participação na Conferência de Aleitamento Materno

Estivemos na Conferência Internacional de Aleitamento Materno 2017 com um poster elaborado a partir de alguns dos resultados do inquérito ‘A Alimentação dos Bebés em Portugal‘.  Neste poster, intitulado “Hospital Amigo dos Bebés: semelhanças e diferenças na perspetiva das utilizadoras”, apresentámos uma comparação entre os hospitais detentores da certificação de ‘Hospital Amigo do Bebé’ e os restantes. Podem ver o poster aqui. A Conferência foi promovida pela Iniciativa Amiga dos Bebés, da UNICEF, e teve este ano o tema ‘Todos Juntos pelo Aleitamento Materno’.

Questionário sobre a alimentação dos bebés em Portugal

A forma como os bebés são alimentados deve resultar de uma escolha livre e informada das suas mães e famílias. O objetivo da Associação Portuguesa pelos Direitos da Mulher na Gravidez e Parto com este questionário é fazer um levantamento das práticas durante a assistência à gravidez, parto e pós parto em relação à alimentação dos recém-nascidos. – Como estão a ser informadas as mulheres durante a gravidez? – Como decorreu o seu parto? – Como estão a ser alimentados os bebés nos seus primeiros dias de vida? – Como estão a ser tratadas as mulheres portuguesas que querem amamentar os seus bebés? – Que informação lhes é dada antes […]

Sobre a moda do “Parto Natural”, posição da APDMGP

A comunicação social, pelo grande alcance que possui e pela influência que tem em moldar a opinião pública, deve ter responsabilidade e sensibilidade nas afirmações que faz, e trabalhar no sentido de promover informação fidedigna à população. Perante as recentes afirmações de que o Parto Natural é uma “moda”, dando a entender que este não é uma prática baseada na evidência científica recomendada pelas sociedades nacionais e internacionais, a Associação Portuguesa pelos Direitos da Mulher na Gravidez e Parto decidiu publicar esta tomada de posição. Esperamos contribuir para a desmistificação de algumas das afirmações feitas e dar a conhecer a evidência científica que nos últimos tempos tem fortalecido o argumento […]