Campanhas e Eventos

I Jornadas de Enfermagem do CHMT

A APDMGP participará nas I Jornadas de Enfermagem do Centro Hospitalar do Médio Tejo. No dia 11 de maio, Vânia Simões estará presente na mesa ‘No meio da dificuldade encontra-se a oportunidade – Ganhos para a grávida/ganhos para o SNS’, com a intervenção ‘Parir com respeito e responsabilidade’. Os outros participantes da mesa serão Irene Cerejeira (CHPV/VC), Diogo Ayres de Campos (CHLA), Graça Gonçalves (Amamentos), Constança Cordeiro Ferreira (Centro do Bebé) e Ivone Caçador e Maria José João Mendes (CHMT). Mais sobre as Jornadas aqui.

Nascer Positivo

Nos dias 8 e 9 de Março, a Associação Portuguesa pelos Direitos da Mulher na Gravidez e Parto esteve presente no Nascer Positivo, II Encontro Internacional de Novos paradigmas no Nascimento, organizado pela Gimnográvida. Raquel Cajão, Enfermeira Especialista em Saúde Materna e Obstétrica e associada efetiva da APDMGP, moderou uma mesa sobre a fertilidade feminina. Mariana Torres, obstetra e vice- presidente da APDMGP, apresentou o nosso póster sobre ‘As Semelhanças e Diferenças na Perspetiva das Utilizadores Relativamente aos Hospitais Amigos dos Bebés’, póster que acabou por ganhar o primeiro lugar; e esteve presente na mesa redonda sobre Mobilidade e Posições Verticalizadas no Trabalho de Parto. Sara do Vale, doula e presidente […]

Boas práticas obstétricas: propostas para todas

Estaremos presentes no Festival Feminista do Porto, no dia 17 de março, pelas 12h30, no debate ‘Boas práticas obstétricas: propostas para todas’. Isabel Valente irá falar sobre o conhecimento dos próprios direitos para uma gravidez e parto empoderados, para todas as mulheres. As outras participantes na mesa de debate serão Noémia Loio, do Centro de Análise, Investigação e Programas Sanitários (CAIPS), Ana Fonseca, psicóloga clínica e investigadora e Alexandrina Mendes, obstetra.  

One Billion Rising | V-Day

A Associação Portuguesa pelos Direitos da Mulher na Gravidez e Parto junta-se à campanha mundial ONE BILLON RISING chamando à atenção para a violência vivida pelas mulheres no contexto da assistência à gravidez e ao parto, uma violência tão institucionalizada e normalizada que algumas intervenções até têm nomes pitorescos e caricatos, ditos em tom de brincadeira, com uma piscadela de olho, como “toque maldoso” e “pontinho do marido”. Pensando no V-Day, vamos focar-nos na vagina e toda a indignidade e violência que as mulheres sofrem durante o parto, nessa parte tão significativa e sensível do seu corpo, com consequências físicas e emocionais bastante graves. Junte-se a esta revolução. Vamos fazer […]

Integração no Conselho Consultivo da CIG

A Associação Portuguesa pelos Direitos da Mulher na Gravidez e Parto integra, a partir de dezembro de 2017, a Secção das Organizações Não Governamentais do Conselho Consultivo da Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género (CIG), com o estatuto de Observadora. É com gratidão e empenho que abraçamos o desafio de contribuir com a perspetiva dos direitos humanos e sociais da mulher na gravidez, parto e pós-parto, do combate à violência obstétrica  e da igualdade de género no exercício da parentalidade.